top of page

ESG: O que o RH tem a ver com isso?



ESG é um termo que você deve ter ouvido falar muito ultimamente, mas o que isso realmente significa? E o que o RH tem a ver com isso?


ESG significa meio ambiente, social e governança (Environmental, Social and Governance, em inglês). É uma forma de medir o impacto de uma organização na sociedade e no meio ambiente.


O RH desempenha um papel importante no ESG porque é responsável por muitas das políticas e práticas que compõem as pontuações sociais e de governança de uma empresa.

Então, se você atua nesse departamento, recomendamos que continue a leitura.


O que é ESG?


ESG é uma abreviatura para ambiental, social e governança. É um termo amplo usado para descrever como uma empresa está gerenciando seus negócios em relação a essas três áreas.

  • O termo “ambiental” abrange os níveis de poluição de um negócio, sua eficiência de recursos e seu impacto nas mudanças climáticas.

  • Social” refere-se à forma como uma empresa trata seus funcionários, clientes, fornecedores e outras partes interessadas.

  • Governança” descreve o conselho de administração de uma empresa, as práticas de remuneração, os controles internos e etc.

Há várias maneiras diferentes de medir o desempenho de ESG em um negócio. Alguns indicadores comuns incluem emissões de carbono, uso de energia, consumo de água, produção de resíduos, segurança dos funcionários e rotatividade, diversidade de gênero, diversidade do conselho, a força de seus controles internos e políticas anticorrupção.


Empresas com fortes classificações ESG são vistas como investimentos mais atraentes porque são consideradas como gerenciando seus negócios de maneira socialmente responsável e ambientalmente consciente.


Como isso colabora para melhorar as relações entre empresas e sociedade?


ESG é um termo usado para descrever três pilares da sustentabilidade, que é a prática de garantir que nossas ações de hoje não afetem negativamente a capacidade das gerações futuras de atender às suas próprias necessidades.


Para ter um impacto positivo na sociedade, as organizações precisam se concentrar em todos esses três pilares, pois estão todos interconectados.


Alguns exemplos de iniciativas ESG incluem: parceria com ONGs em projetos de proteção ambiental e redução de emissões de gases de efeito estufa e combate às mudanças climáticas, implementação de políticas que promovam a igualdade de gênero e criação de programas para promover a diversidade da força de trabalho e prevenir a discriminação.

Ao fazer isso, as empresas podem mostrar que se preocupam com mais do que apenas ganhar dinheiro – elas se preocupam em fazer uma diferença positiva no mundo, melhorando assim a relação empresa-sociedade.


Dá para ser uma empresa dentro dos padrões ESG?


Sim, ser uma empresa dentro dos padrões ESG não está tão longe da realidade. Na verdade, é possível para a maioria das empresas, desde que façam mudanças em suas práticas de negócios e políticas de trabalho para se alinharem aos princípios ESG.


Para atender aos padrões ESG, é preciso ter políticas e práticas que protejam o meio ambiente, promovam a responsabilidade social e defendam a boa governança.


Há várias maneiras de mostrar que seu negócio está aderindo aos padrões ESG. Uma delas é obter a certificação por um órgão externo, como a do 2030 Today


Mais tarde, abordaremos essas questões e algumas maneiras de fazer isso.

O que o RH tem a ver com ESG?


Agora você já sabe o que é ESG. Mas como o RH se encaixa nisso?


De muitas maneiras, o RH está na vanguarda da implementação de políticas e práticas que ajudam a criar um local de trabalho mais sustentável e ético.


Por exemplo, o setor pode influenciar o impacto ambiental atuando na promoção de iniciativas de eficiência energética e no aumento dos esforços de reciclagem.


Da mesma forma, o RH pode ajudar a melhorar o desempenho social de uma empresa, promovendo o estabelecimento de práticas trabalhistas justas, garantindo oportunidades iguais e iniciativas de diversidade.


Por fim, pode contribuir para a boa governança, promovendo valores éticos e conformidade com leis e regulamentos.


Sendo assim, percebe-se que o RH é essencial no gerenciamento da classificação ESG de uma empresa, porque o conceito abrange muitas das questões que são importantes para os funcionários, como diversidade e inclusão, sustentabilidade e responsabilidade corporativa. Ao entender e acompanhar o desempenho de ESG de uma organização, o RH pode ajudar a identificar áreas em que ela está indo bem e áreas onde há espaço para melhorias.


Além disso, pode usar essas informações para desenvolver políticas e programas que ajudarão a atrair e reter funcionários interessados em trabalhar em um local comprometido em fazer mudanças positivas no mundo.


Algumas estratégias para iniciar as práticas ESG na sua empresa


Nos dias atuais, onde os consumidores estão se tornando cada vez mais conscientes do papel que as empresas desempenham na sociedade, é importante que elas considerem como podem usar seus recursos e influência para causar um impacto positivo.

Mas por onde começar? Aqui estão algumas ideias:

  1. Conduza uma auditoria de sustentabilidade: analise de perto as operações da sua empresa e identifique áreas nas quais você pode reduzir seu impacto ambiental. Isso pode envolver qualquer coisa, desde iluminação com eficiência energética, programas de reciclagem e redução do desperdício de água até o investimento em energia renovável.

  2. Desenvolva uma política de responsabilidade social: Quais são algumas maneiras pelas quais sua empresa pode retribuir à comunidade? Isso pode envolver doações de caridade, programas de voluntariado ou até mesmo estar ciente do ambiente local ao tomar decisões que possam afetar negativamente a comunidade.

  3. Implemente reformas de governança: Um aspecto importante do ESG é a boa governança corporativa. Isso inclui coisas como garantir representação igual em seu conselho de administração, adotar práticas contábeis sólidas e fornecer transparência financeira

  4. Incentive o envolvimento dos funcionários: Seus colaboradores podem ser um ótimo recurso quando se trata de implementar práticas de ESG. Incentive-os a se envolverem em iniciativas como programas de reciclagem ou esforços de conservação de energia. Você também pode criar uma força-tarefa interna ou um grupo de trabalho dedicado a tratar de problemas do ESG.

  5. Comunicação: mantenha as partes interessadas informadas sobre o progresso do ESG da sua empresa. Isso inclui acionistas, clientes e a comunidade em geral. Seja transparente sobre seus sucessos e desafios.


E o que o RH pode fazer nesse sentido?


  1. Incentivar uma cultura de diversidade na empresa, sendo o primeiro passo para isso promover treinamentos sobre o tema para os colaboradores. Confira nosso curso de prateleira sobre Diversidade;

  2. Rever as políticas internas e contratar talentos com o perfil sustentável;

  3. Orientar e direcionar os profissionais que serão embaixadores do ESG;

  4. Estar em compliance com a LGPD;

  5. Utilizar cloud computing.

Ao tomar medidas como essas, você pode começar a implementar práticas de ESG em sua empresa e torná-la mais sustentável e responsável.


_________________________________


O resultado final triplo de pessoas, planeta e lucro está se tornando cada vez mais importante para empresas e organizações em todo o mundo. Cada vez mais negócios estão considerando seu impacto ambiental e social junto com seus resultados financeiros. É aqui que entra o ESG.


Uma organização com fortes pontuações ESG é aquela que está tomando medidas para melhorar sua pegada ambiental, apoiar causas sociais e ser transparente e responsável em suas práticas de governança. Sua empresa já está em conformidade com essas questões?


Aprofunde os seus conhecimentos sobre o tema com o Microlearning de Sustentabilidade Empresarial da TOT Educa.


Comments


COPYRIGHT ® 2023. TOT EDUCAÇÃO CORPORATIVA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
bottom of page